Rua Afonso Furtado de Mendonça 421

Jd. Silvina Cidade - São Bernardo do Campo – SP

(11) 4338-5511

(11) 4339-4477

(11) 99635-8241

Fale conosco pelo Whatsapp

Termopar_com_Flange

Embora o termopar seja um sensor simples, ele é eficaz para a medição de temperatura dos processos. A Thermocom, especializada na fabricação de termopares, fornece seus produtos diretamente para Carolina – MA. A seguir, explicaremos o funcionamento do termopar, que se baseia no Efeito Seebeck, descoberto por Thomas Seebeck no início do século 19. Vejamos como ocorre esse processo:

    1. Conexão de Dois Metais Diferentes: O termopar é formado pela junção de dois fios de metais diferentes. Eles são soldados ou conectados em uma das extremidades, criando o que chamamos de “junção quente”.
    2. Diferença de Temperatura: A ideia principal é que essa junção quente seja exposta à temperatura que você quer medir. A outra extremidade dos dois fios, conhecida como “junção fria”, fica em uma temperatura conhecida, geralmente a temperatura ambiente.
    3. Efeito Seebeck: Quando há uma diferença de temperatura entre a junção quente e a junção fria, ocorre uma diferença de potencial elétrico entre os dois metais. Isso acontece porque os elétrons nos dois metais se comportam de forma diferente em diferentes temperaturas. Em termos simples, a temperatura mais alta empurra mais elétrons para fora de seu estado normal no metal mais quente em comparação com o metal na extremidade fria.
    4. Medição de Tensão: A diferença de potencial elétrico (ou tensão) que se desenvolve entre as duas junções é proporcional à diferença de temperatura entre elas. Medindo essa tensão, podemos calcular a temperatura na junção quente. Há tabelas e fórmulas específicas para cada tipo de termopar que permitem converter essa tensão medida em uma leitura de temperatura.

  1.  

  1.  

  1.  

Os termopares da Thermocom são amplamente reconhecidos por sua capacidade de medir uma vasta gama de temperaturas e por sua notável resistência em ambientes adversos. Além disso, conforme observado, o princípio de funcionamento é relativamente simples, destacando-se pela ausência de peças móveis e pela facilidade de manutenção.

Você que esteja buscando Termopares em Carolina – MA, conte com nossa equipe empenhada em fornecer os melhores sensores com alta durabilidade.

Aplicações possíveis dos termopares Thermocom (Carolina – MA)

Os termopares são extremamente versáteis e podem ser utilizados em uma variedade de processos e aplicações para medir temperaturas. Você que esteja buscando Termopares em Carolina – MA, conte com nossa equipe empenhada em fornecer os melhores sensores com alta durabilidade. Aqui estão alguns exemplos de onde os termopares são comumente empregados:

    1. Indústria Metalúrgica: Termopares são fundamentais na medição de altas temperaturas em fornos, fundições e processos de tratamento térmico de metais. Eles ajudam a monitorar e controlar as temperaturas para garantir a qualidade dos processos metalúrgicos.
    2. Geração de Energia: Na geração de energia, especialmente em usinas termelétricas e nucleares, os termopares são usados para monitorar a temperatura de turbinas, caldeiras e outros componentes críticos.
    3. Indústria Química: Os termopares ajudam a monitorar reações químicas que requerem controle preciso da temperatura para garantir a segurança e eficácia dos processos.
    4. Manufatura e Processamento de Alimentos: Na produção de alimentos, é crucial monitorar as temperaturas durante processos como cozimento, pasteurização, e refrigeração para garantir a segurança e qualidade dos produtos alimentícios.
    5. Automotivo: Os termopares são usados para testar e monitorar a temperatura em várias partes dos veículos, como motores, sistemas de escape e baterias, especialmente em condições extremas de uso.
    6. Pesquisa e Desenvolvimento: Em laboratórios de pesquisa, os termopares são essenciais para experimentos que requerem medições precisas de temperatura, ajudando os cientistas a compreender melhor as propriedades térmicas dos materiais e reações.
    7. Medicina: Embora menos comum, os termopares são usados em algumas aplicações médicas para monitorar a temperatura durante procedimentos que envolvem aquecimento ou resfriamento de tecidos.
    8. Aeroespacial: Na indústria aeroespacial, termopares monitoram temperaturas críticas em aeronaves e espaçonaves, incluindo sistemas de propulsão e componentes estruturais expostos a extremos térmicos.

  1.  

  1.  

Estes são apenas alguns exemplos dos muitos processos e indústrias onde os termopares são empregados. Sua capacidade de operar em uma ampla faixa de temperaturas e condições adversas os torna ideais para essas aplicações. Você que esteja buscando Termopares em Carolina – MA, conte com nossa equipe empenhada em fornecer os melhores sensores com alta durabilidade.

Tempo de Resposta dos Termopares Thermocom (Carolina – MA)

O tempo de resposta de um termopar é definido como o tempo necessário para que ele responda a uma mudança na temperatura do ambiente que está sendo medido e registre uma fração específica (geralmente 63,2%) da mudança total da temperatura. A Thermocom é especialista na especificação de termopares para garantir o tempo de resposta ideal para o seu processo, e distribuimos diretamente para Carolina – MA. Vários fatores influenciam o tempo de resposta de um termopar, incluindo:

    1. Massa do Termopar: A massa do material do termopar, especialmente na junção sensível, é um dos fatores mais significativos. Quanto maior a massa, mais lenta será a resposta às mudanças de temperatura porque mais energia térmica é necessária para alterar a temperatura de uma massa maior.
    2. Diâmetro do Fio: Termopares com fios de diâmetro menor têm tempos de resposta mais rápidos. Fios mais finos têm menos massa e, portanto, podem ajustar sua temperatura mais rapidamente em resposta a mudanças nas condições ambientais.
    3. Construção da Junção: O design da junção onde os dois metais diferentes são unidos também afeta o tempo de resposta. Junções expostas, onde os fios não estão protegidos ou encapsulados, têm tempos de resposta mais rápidos em comparação com junções isoladas ou encapsuladas em um material, pois há menos massa para aquecer ou esfriar.
    4. Condução Térmica: A condução térmica dos materiais usados também desempenha um papel. Materiais com maior condutividade térmica podem transferir calor mais rapidamente, afetando a velocidade com que a junção do termopar pode alcançar o equilíbrio térmico com o ambiente.
    5. Circulação de Ar ou Fluido: O ambiente em que o termopar está operando influencia seu tempo de resposta. Por exemplo, um termopar em um gás em movimento rápido ou líquido tende a responder mais rapidamente do que um em condições estáticas, porque o movimento do fluido facilita a transferência de calor.
    6. Temperatura do Ambiente: A diferença de temperatura entre a junção do termopar e o ambiente pode afetar a rapidez com que o termopar atinge o equilíbrio térmico. Grandes diferenças de temperatura podem resultar em tempos de resposta mais rápidos devido à maior taxa de transferência de calor.

Portanto, para alcançar um tempo de resposta rápido, geralmente se busca usar termopares com fios finos, junções expostas e materiais de alta condutividade térmica, instalados em ambientes onde há boa circulação de ar ou líquido. Essas escolhas são essenciais para aplicações onde as mudanças de temperatura são rápidas e precisam ser registradas sem demora.

Qualidade dos sensores Thermocom

Abaixo seguem alguns sensores de fabricação Thermocom. Você que esteja buscando Termopares em Carolina – MA, conte com nossa equipe empenhada em fornecer os melhores sensores com alta durabilidade.

 

Tabelas de Sensores Thermocom​

Baixe nossos Tabelas em PDF dos Sensores Thermocom.

Abir Whatsapp
Precisa de Ajuda?
Podemos Ajudar?
Generated by MPG